Culture
Entrada:
Saída:
up down
Adultos
up down
Crianças

Você está aqui:

Home  » Lagos » Cultura

Cultura
Em Lagos está presente de forma muito vincada a longa permanência dos povos islâmicos. As muralhas à volta da cidade testemunham as muitas batalhas travadas a fim de parar as investidas contra Lagos. A riqueza trazida pelas Descobertas é marcada pela talha dourada que decora a maioria das igrejas.

Museus, Igrejas, Fortes, Faróis. Lagos tem inúmeras possibilidades à sua espera.

Igreja de Santo António
Este monumento nacional foi construído segundo o estilo barroco. Duas torres do sino, de diferentes proporções, tocam sempre que é hora. No interior, a nave é decorada com azulejos azuis e brancos e talha dourada, sendo conhecida nos roteiros ingleses como "Golden Church”.

Igreja de São Sebastião
Construída nos séculos XIV e XVI sobre antiga ermida, é composta por uma fachada singela, dominada por uma imponente torre sineira e em que o portal lateral está decorado profusamente no estilo renascentista. No interior, colunas dóricas separam três naves que vão dar ao altar-mor onde se encontra uma monumental imagem da Nossa senhora da Glória (século XVIII), oferta de D. João V, proveniente do Brasil e um crucifixo (século XVI) que a tradição diz ter estado na batalha de Alcácer-Quibir (1578).
Erguida sobre uma colina, a igreja é um miradouro privilegiado sobre Lagos e o mar.

Igreja de Santa Maria da Misericórdia
Um edifício construído no século XV. Esta igreja tem a receber os visitantes, na porta principal, dois bustos de São Paulo e São Pedro, decorados com duas colunas dóricas. Na sacristia encontram-se imagens do século XVIII, das quais destacamos uma pintura do Menino Jesus Rei, vestido à época. Na nave principal também se encontram duas imagens de Nossa Senhora da Piedade e Nossa Senhora da Assunção.

Ermida de São Pedro do Pulgão (ou de Nossa Senhora dos Aflitos)
Perto da área arqueológica do Monte Molião encontra-se esta ermida de paredes pálidas, com a fachada de características barrocas e um belíssimo portal ao estilo manuelino (séc. XVI).

Oratório de São Gonçalo
Este oratório foi construído em honra de São Gonçalo, filho da terra e nascido em 1360. Com a vocação espiritual a manifestar-se desde cedo, São Gonçalo entrou na Universidade de Lisboa e na Ordem de Santo Agostinho, acabando como prior em diversos conventos. Foi músico e orador sagrado, tendo alcançado a beatificação em 1778 graças a toda uma diversidade de escritos dedicados à fé e a um milagroso salvamento de pescadores.

Mercado de escravos
Este espaço, de antiga venda de escravos vindos de África (séc. XV) está definido por quatro arcadas. Numa das paredes estão as armas do Marquês de Nisa (séc. XVII) e noutra, uma janela que no século XV era uma porta.

Muralhas da cidade
Esta barreira defensiva dos lacobrigenses foi construída quando da presença do povo romano ou cartaginense, com reedificações cristãs e árabes. Na entrada de São Gonçalo estão duas torres albarrãs altíssimas, que tinha como intuito a protecção da cidade contra visitantes indesejáveis.
De 1520 a finais do século XVI foram erigidas as restantes muralhas, guardando os novos bairros que aparecerem graças ao aumento do comércio internacional. Da muralha é possível observar a cidade e a Serra de Monchique.

Castelo dos Governadores
Este antigo alcácer data do tempo árabe. Ao longo dos tempos veio a sofrer alterações. Os governadores, capitães e generais, da região do Algarve, habitaram aqui nos séculos XVI/XVII.
Desenhada na fachada está uma janela manuelina (séc. XVI). A história diz que foi daqui que el-rei D. Sebastião presenciou a missa antes de partir para a batalha de Alcácer Quibir, de onde nunca mais voltou. João Cutileiro evoca essa batalha, através de uma estátua e esculpe uma outra alusiva ao navegador Gil Eanes.

Forte da Ponta da Bandeira
(ou de Nossa Senhora da Penha de França)
Construída no século XVII com um fosso, uma ponte levadiça e uma imponente porta de armas, protege o forte em frente à barra da ribeira de Bensafrim. No seu interior está construída uma pequena capela do século XVII toda decorada com azulejos.

Museu Regional de Lagos

Em honra da região lacobrigense foi construído este museu, situado paredes meias com a igreja de Santo António. Expostas estão obras de arte sacra pictórica dos séculos XVII e XVIII. Na área dedicada à arqueologia, aqui podem-se ver menires datados de 4000 a 3000 A.C., vindos de antigas aldeias romanas situadas na região. Também tem presente uma ampla colecção do espólio etnográfico algarvio, que assume particular importância.

Museu de Cera dos Descobrimentos
Retrata a viagem histórica dos navegadores portugueses pela Epopeia dos Descobrimentos. A Batalha de Aljubarrota, o casamento de D. João I com Filipa de Lencastre, as conquistas do Norte de África, um porão de uma nau, os cabos da Boa Esperança e Bojador, bem como Luís Vaz de Camões, que narrou a epopeia dos Descobrimentos, estão entre os episódios apresentados. Site aqui.

O Centro de Ciência Viva e o Zoo de Lagos são excelentes escolhas para famílias com crianças.



« voltar



Marina Lagos
sponsor
© 2018 Marina Club - Todos os direitos reservados
seara.com